Geração "Morangos com Açúcar"

18:58

      Quem nunca ouviu falar desta série não vive ou viveu em Portugal! Este foi o programa televisivo que marcou uma geração de jovens, tendo estado em exibição durante nove anos sem interrupções. Quando começou eu tinha cinco anos e, apesar de nessa altura não ver muitos episódios, há medida que fui crescendo acompanhava a série quase diariamente, até que as últimas temporadas deixaram de me interessar, razão pela qual deixei de a ver.

      No entanto, muitas das crianças e jovens que cresceram acompanhando todas as personagens e histórias que foram passando pela TVI acabaram por criar expectativas diferentes daquilo que seria a sua vida de adolescente/jovem adulto. Posso dizer-vos que na altura imaginava que todos os meus Verões fossem épicos. Passados com os amigos, sempre na praia, com imensas aventuras e amores, tal como a série retratava. Os tempos de aulas sempre cheios de peripécias, em que estudar não era uma parte assim tão grande do dia-a-dia dos estudantes mais velhos. Ver a série fazia-me desejar ter aquela idade, porque a vida parecia fantástica, mas a verdade é que as coisas não acontecem bem assim. A vida não é só cor-de-rosa e os amores e desamores não são a coisa mais importante do mundo.

      Se fiquei super ofendida e revoltada por a minha vida ser mil vezes mais monótona do que a da personagem principal dos Morangos com Açúcar? Não! Até porque eu tinha bem a noção de que era uma personagem e não uma pessoa real. Mas lembro-me de pensar que quando andasse no secundário a minha vida ia ser muito diferente e é engraçado pensar nessa minha conceção de há cerca de seis anos atrás e compará-la com a minha vida real.
      Não estou a tentar dizer que os Morangos com Açúcar criaram uma geração frustrada com o facto de as suas vidas diárias parecerem aborrecidas. Aliás, este programa televisivo marcou a nossa vida. Hoje, quando revejo alguns episódios, consigo lembrar-me bem do que senti quando os vi pela primeira vez (apesar de já não me relembrar de muita coisa) e lembro-me do quão importante a série era para mim. Sei que se começassem a transmiti-la quando já era um pouco mais velha não iria gostar tanto, porque as falhas técnicas são muitas e agora apercebo-me bem disso, mas o facto de ter um lugarzinho no meu coração e no de muitas pessoas da minha idade faz com que revê-la se torne, de certa forma, um momento especial.

      Acho que a série é tão especial para mim, por simbolizar a minha infância e me ter acompanhado especialmente nessa altura. Recordo-me dos cadernos, autocolantes, canetas, lápis, estojos que podíamos encontrar em enormes quantidades pelas escolas, porque a maior parte via e gostava muito da série, até porque alcançou uma enorme popularidade. Quem não se lembra das músicas? Há uns tempos atrás um amigo meu perguntou à turma toda quem tinha um CD dos D'ZRT e a verdade é que apenas dois ou três é que não tinham e mesmo esses gostavam muito da banda na altura. 
    
Morangos+com+açúcar
  Quantos de vocês também desejavam que a vossa vida fosse como a dos Morangos com Açúcar? Recordam esta série com carinho? O que significa para vós?

You Might Also Like

1 comentários

  1. devo ser das poucas pessoas portuguesas nesta faixa etária que nunca viu a série xD a única temporada que vi foi a da Mimi, e mesmo assim só vi uns 10 episódios. Nunca fui muito fã das músicas, devo ser um qualquer bicho do mato eheh
    mas concordo plenamente quando dizes que os morangos marcaram uma geração, não só porque fez os jovens criar expectativas em relação ao seu futuro mas também porque influenciou o comportamento de muita gente, que se tentava comportar como os personagens da série (para bom ou para mau).
    beijinhos, Noelle :) http://supergirlinconverse.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Partilha a tua opinião e as tuas dúvidas



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...