Todos temos direito à nossa opinião!

10:00

    Tenho, como qualquer ser humano, direito à minha opinião, à defesa das minhas ideias e à possibilidade de expressar os meus pensamentos. É certo que este é um direito humano, porém a verdade é que não é respeitado em todo o mundo como bem sabemos, mas isso fica para outra altura...
    Felizmente, Portugal é um país livre com cidadãos igualmente livres e portanto, o facto de cá viver confere-me este direito. No entanto, já passei por algumas situações em que me sentia inferiorizada por ainda ser nova ou por outra razão qualquer, como se a minha opinião não valesse nada. Sinto-me como lixo nesses momentos (ou tentam fazer-me sentir como tal) e o pior é que normalmente são feitos por uma pessoa que não o deveria fazer, mas a qual tenho de aturar pelo menos uma vez por semana.
    Quantas vezes não ouvi "Ah, tu só tens 17 anos sabes lá o que estás a dizer!" ou "Tu ainda não és casada, quando fores vais ver e depois vens falar comigo para ver se não vais fazer isso também.". LOOOL, é um grande lol de enjoada que me apetece responder sempre que ouço este tipo de frases que não passam de uma tentativa de argumentos. Por não ser casada e ter 17 anos sou menos do que alguém? Por não ser casada não posso falar sobre situações a que assisto de machismo e discriminação de género? Poupem-me!
    Sou uma pessoa de ideais fortes e há situações que me revoltam. Tentarem fazer com que a minha opinião ou aquilo que penso não tenham qualquer valor é uma tentativa de me transformarem numa pessoa sem valor também. O que somos nós sem aquilo que defendemos e aquilo que pensamos? Nada! E eu recuso-me a ser desrespeitada em situações do género. É claro que há discussões porque para a tal pessoa continuo a ser uma rapariguinha de 17 anos que não sabe o que diz até atingir os 30 anos (idade em que provavelmente já devo ter direito à minha opinião, enfim...).
    Disse-lhe que como não me respeitava o iria deixar de respeitar também. É claro que não o farei porque sou bem educada e há que ter o mínimo de respeito porque apesar de tudo estamos ligados nem que seja apenas pela árvore genealógica e portanto vou pelo menos cumprimentá-lo, mas mais do que isso não. Acabaram-se as conversas, com aquele senhor não falo tão cedo. Aliás, conversas sem que se tornem em discussões com ele são praticamente impossíveis, mas enfim, há que continuar porque felizmente nem todo o mundo é assim.


You Might Also Like

2 comentários

Partilha a tua opinião e as tuas dúvidas



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...